Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mito, meiguice e mistério;

Ultra metade e critério,


Linda, segredo tão-sério!


Hoje é o teu dia mulher, de amor ele mais se repleta!


Es  minha outra parte discreta,


Recheada do que me completa!!!


       Autor: Everardo Bezerra.

CLIQUE E OUÇA A MÚSICA MULHER COM ERASMO CARLOS:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21


3 comentários

Sem imagem de perfil

De luzanira a 09.03.2011 às 14:56

ESSAS MULHERES MARAVILHOSAS!

De muito, a força física do homem
Sobrepôs a sutileza da alma feminina
Foram tantas as imposições, as restrições
Não menores... As covardias!

Até pouco tempo a mulher
Nem podia expressar sua vontade
Naquilo que é o maior ato de cidadania
Decidir com a escolha do seu voto, aqueles
Que para elas, iriam legislar.

Mesmo menos forte fisicamente
Souberam esperar o momento certo
Foram GIGANTES... Mostraram capacidade
Lutaram, ganharam espaços
Tornaram-se imensas, sobretudo aa vontade
Da conquista da própria liberdade!

Gritaram...Basta!

Basta de medos, submissões, desigualdades
E foi um basta sem rancores, sem vinganças
Muito próprio da alma feminina!

Desde então, foram se mostrando presentes
Ocupando responsabilidades, desempenhando na sociedade,um posicionamento impar
De inigualável destaque!

A mulher contemporânea, aprendeu ser forte superior, sem sentir-se Deusa
Altiva, sem sentir-se suprema
Mágica, sem permitir-se queimadas em fogueiras
Taxadas pela ignorância masculina
De feiticeiras!

A mulher moderna, não deixou de ser vaidosa
Linda, dócil, amiga, nem tão pouco de ser guerreira!

É com esse espírito de luta heróico
Harmônico, que a mulher pretende interagir
Em sintonia com as aspirações masculinas.

Jamais numa competição desnecessária
Apenas transmutada ou aversa
Mas sim, numa relação de equilíbrio
Respeitando e sendo respeitada
Amando e sendo amada!
Sem imagem de perfil

De luzanira a 10.03.2011 às 08:09

Desejo a você...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Noite de lua Cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Aprender uma nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel...
E muito carinho meu".

Carlos Drummond de Andrade
Sem imagem de perfil

De Rosana Said a 04.09.2013 às 17:42

Por favor,voce pode me fazer um acrostico com o nome do meu sobrinho CAIO
que nasceu mes passado...obrigado.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D