Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




UMA DO CHICO PEDRO MENTIROSO

por EVERARDO BEZERRA, em 07.02.11
      Chico Pedro Mentiroso, é uma das figuras mais lembradas da cidade, por conta do seu estilo único, cômico, improvisador e de seu poder arregimentador de atrair pessoas, por causa dos seus causos verdadeiros, duvidosos e mentirosos! Verdadeiros porque eram extraídos de sua própria essência cômica! Duvidoso, porque todos se perguntavam: Será que é verdade? Mentiroso, porque a cada fim de contos, muitas gargalhadas!!! Sua vida foi assim: Pautada com muito trabalho para sustentar a numerosa família, e mesmo nas lutas, nas dificuldades e obstáculos enfrentados, sempre encontrava um tempinho, para fazer os outros sorrirem!


        Chico Pedro Mentiroso, como era famosamente conhecido pelos caiopradenses, foi chamado atenção certa vez, por um austero delegado de polícia, que acabara de chegar na cidade. Numa bela noite enluarada, sargento Wilmar (O delegado), observou um grupo de pessoas dando gargalhadas na praça, e no meio, um homem contando estórias, mais ou menos às 21h00min., (para a época era tarde). Perguntou o que era aquilo a um de seus soldados, ao que respondeu-lhe:-É o Chico Pedro Mentiroso. -Chico Pedro Mentiroso?-Tem esse aqui? -Tem sim! -Peraí… Foi lá e deu as ordens:-Todo mundo pra casa agora!!! 


       Espalhou-se gente pra todos os lados, ficando no local, apenas o protagonista. -Quem é você? -Francisco Pedro de Souza. -É o Chico Pedro Mentiroso? É, é, é…Sim, siô! -Ah! Então, me conte uma mentira agora, do contrário, “cadêia”! Chico Pedro Mentiroso, tirou o chapéu da cabeça, coçou-a, coçou também os… e disse:-O Zé Virgínio está à procura do senhor para pagar a licença d’uma festa que vai acontecer no sábado, ele só paga adiantado! -O Zé Virgínio? -Sim siô! (Zé Virgínio era um conhecido festeiro da cidade). 


       O delegado olhou para um lado e para o outro coçou os bolsos e perguntou:-Cadê ele? -Foi pra  delegacia a procura do siô!-Tenha uma ótima noite seu Chico, depois conversaremos mais, teremos tempo… muito obrigado! E se foi à procura do Zé Virgínio Festeiro! Chico Pedro Mentiroso, acendeu um pé-duro (cigarro feito do fumo de rolo), ficou sentado num dos bancos da pracinha, que ficava na direção da Capela de São José; de braços cruzados, assobiando e balançando as pernas!


CHICO PEDRO
        Meia hora depois, só se ouvia o chamado:-Chico Pedro Mentirooooso!!! Ôôô Chico Pedro Mentirooooso!!!-Diiiga sargeeento! -Cheeegue até aquiii! -Pois nããooo! Já vouuu! E foi…Chegando próximo ao delegado, ouviu a dura voz:-Cadê o Zé Virgínio Festeiro? -Zé Virgínio Festeeeiro? Sei não, siô! -O quêêêê?!!! Você não saaabe???-Não siô. Só sei que o siô me pediu uma mentira agora, e intôn-se  aconteceu né Sargento? 


       O delegado Wilmar, ficou dividido entre a raiva e o riso  porém, não se aguentou e deu uma tremenda gargalhada e, depois, deu umas palmadinhas  no ombro do Chico, quase sem poder falar de tanto rir, e disse: -Vá pra casa e durma bem, seu Chico Pedro Mentiroso!!! Por Luiz Everardo Bezerra Lopes. -(NÃO AUTORIZAMOS A REPRODUÇÃO DESSA MATÉRIA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D