Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




IMPUNIDADE GERA VIOLÊNCIA - POR LUIZ BEZERRA

por EVERARDO BEZERRA, em 25.02.11
Seu doutor faz muito tempo, que o povo comenta e fala,
Em assalto a mão armada em crime de faca e de bala,
Crimes que arrepiam a gente, aumentando em grande escala!
Ou vamos arrumar as malas, ou fazer justiça com as próprias mãos!
A culpa é das autoridades que não pune o espertalhão!
Não temos pra quem apelar, punição que é bom não há, pra criminoso ou ladrão.
Tem ainda os sabidão, com conselhos mentirosos
querendo tapiá a gente, com este papo enganoso
Que o desemprego e a fome, é quem tá fazendo o homem a se tornar um criminoso!
Não passa de um mentiroso, quem assim se pronuncia
Nem fome, nem precisão, levam o homem a rebeldia,
Assim o sertão seria a força que o caso exprime: 
O maior celeiro de crime, que o Brasil possuiria!
Pois no sertão todo dia, também há necessidade,
Se o camponês tá com fome, suplica é por caridade! 
Jamais em sua lembrança, viu-se um ato de arrogância só se vê nele humildade!
Então, por quê na cidade, a solução é roubar?
Ou à prática do estupro humilhante até matar? 
Será que assim se resolve, usar gatilho de revólver para a fome saciar?
Não seu doutor! O que tá acontecendo é falta de punição:
Cadeia pra assaltante, pro criminoso e ladrão, 
Ou mesmo a pena de morte, pois essa medida forte, nos traria solução!!! 
-Poesia  de autoria do meu tio, Luiz Bezerra. Atualmente ele mora em Fortaleza-Ceará. Por Luiz Everardo B. Lopes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:02


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D