Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




CANTORIA DO SERTÃO CAIOPRADENSE

por EVERARDO BEZERRA, em 11.01.11


JOÃO PEDRO DE CAIO PRADO É UM RENOMADO POETA DA REGIÃO CENTRAL DO CEARÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28

Na década de 80, Dehon Bezerra, morava em são paulo, porém, não esquecia do seu velho Caio Prado!     
 
Num determinado dia do mês de julho, o Conjunto Musical OS MONÓLITOS, iria animar a festa de despedida das férias! Roberto Tárcio e Marcelo Oliveira(moradores de Caio Prado), enviaram um convite para Dehon, na Capital paulista, (só por brincadeiras e no convite tinha escrito uma frase: só falta você). 
 
Próximo a data da aludida festa, Dehon se empolga e pede as contas               da empresa em que trabalhava. Recebeu-as, e não pensou duas vezes: Se despediu dos colegas de trabalho, amigos e familiares. Programou-                                          se, comprou sua passagem, calculou tudo pra chegar em Caio Prado, exatamente no dia da festa!
 
Para surpresa de Dehon, o ônibus em que viajava quebrou no caminho! Nesse caso, as coisas já começavam a dar  errado. Consertaram o ônibus, e Dehon começou a se alegrar dizendo consigo mesmo: Vai dar certo, vai dar certo, vou chegar a tempo! Chegou em Quixadá no dia da festa, só que, no período da tarde. Foi depressa, à casa do Dudú Viana(dono da banda) e seu primo, na intenção de pegar uma carona no ônibus da Banda Musical! -Pôxa! Dudú já havia saído com destino à Caio Prado.
 
Na época, não havia transporte naquele horário para este Distrito. Pra sua tristeza, teve que ‘dormir’ em Quixadá! Evidentemente,  naquela noite ele não dormiu direito, pois certamente seus pensamentos estavam fixados na sonhada festa! No outro dia, bem cedinho, Dehon sai em busca de transporte para a terra natal. Era domingo, e só tinha o carro do leite que ia até a localidade do Juá, distante 12 quilômetros de Caio Prado, ele nem pensou direito, subiu no carro do leite e desceu exatamente no ‘final da linha’ o Juá! Foi direto para a casa de um tio seu, que morava lá, de nome Zeca Bezerra.
 
Chegando à casa do tio  Zeca, tirou o boné da cabeça, bateu continência e disse: A Bênção tio Zeca!-Deus te abeçôe! – Quem é? -É o Dehon, do Luiz Bezerra de Caio Prado. -Ah! Sim. De onde vem nessa carreira toda? -De São Paulo. -O quêêêê??? De São Paaaauulo? -Sim senhor, eu queria que o tio me emprestasse um cavalo pra ver se chego em casa mais cedo! Perdi todos os transportes.-Meu fi, cavalo tem, só não estão aqui. -Tem um jumentim estradeiro como todo ali. Quer assim mesmo? -Agora! -Vou buscar no cercado. Espere um pouquinho, volto já.
 
Depois de aproximadamente uns 15 minutos, tio Zeca, chega com o jumento, bota a esteira, depois a cangalha, coloca a cilha, a rabichola e um cabresto bom! Forrou bem a cangalha e disse:Pronto meu sobrinho! Vá, mas não esqueça de mandar o bichim de volta viu? -Tá certo meu tio. Amarrou a mala no cabeçote da cangalha e se foi rumo à Caio Prado…
 
Logo na entrada da cidade, depois do conhecido Rio de cima, os caiopradenses depressa o reconheceram, até porque, sabiam que ele estava morando em São Paulo e, disseram: esse aí chegou atrasado pra festa! Também pudera, vir de São Paulo pra cá montado num jumento, é de lascar!!! E assim Dehon surpreendeu e foi surpreendido, pois quando chegou no centro da cidade, foi uma risada só! KKkk. Adaptado por Everardo Bezerra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D