Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




CAIO PRADO SUPLICA POR SEGURANÇA PÚBLICA!!!

por EVERARDO BEZERRA, em 24.02.11
ESSE É O PRÉDIO DA SUB-DELEGACIA DE POLÍCIA
               PUBLICADO NO MEU 1º BLOG NO DIA 24 DE SETEMBRO DE 2009     


       O      Ceará é um dos Estados   brasileiros que apresenta maior carência de  efetivo policial. Somados os atuais contingentes das Policias Civil e Militar, são apenas 16.274 operadores da Segurança Pública: 14.357 Policiais Militar e 1.917 da Civíl. Para uma população estimada em 8.183.880 habitantes,(Diário do Nordeste de 14/09/2009) segundo último censo realizado pelo IBGE. A média recomendada pela ONU, preconiza como ideal um policial para cada 250 habitantes. (Jornal O Povo de 28/05/2010 - Post em comments)
      Aqui, somados o efetivo das duas instituições, chega-se uma média de um policial para cada 502 habitantes, o dobro do recomendado. E nós que moramos num distrito de aproximadamente 3 mil habitantes só na sede? Qual a recomendação que se pode dar se não existe nenhum efetivo policial e muito menos um posto? Enquanto a bandidagem anda solta, nós ficamos trancafiados em casa, temendo sair e comprar o açucar para fazer a garapa e depois bebermos pra acalmar nossos nervos! 
       Além das diversas reuniões que já foram realizadas em Caio Prado, com autoridades e representantes da comunidade, tratando de assuntos sobre Segurança Pública, uma comitiva juntamente com o Padre Luciano Limaverde, já solicitou do comando de policiamento do interior, destacamento policial para este distrito, o que ficou só na promessa! Será que isso existe em outro lugar do planeta? Se existir, então recebam os nossos votos de pesar! Com que expectativa de vida nossas crianças crescerão? Se a maioria das coisas que vêem e ouvem, são cenas de violência?
        Muitos já não respeitam mais ninguém, outros nos afrontam e assim as humilhações são susceptíveis e progessivamente! Lembremos-no das décadas de 70 e 80? Em Caio Prado, existia destacamento policial e até uma sub-delegacia de polícia! Voltemos mais um pouquinho no tempo....Agora, recorda a década de 60 ou mesmo 50, em Caio Prado, existia policiamento e já tinha sub-delegacia! Então, avança a fita na maior velocidade, vai, vai, vai...pára,pára,pára! Ôpa! Parou? Ok! 
         Analisemos juntos: Pleno século XXI, onde tudo se desenvolveu, será que só Caio Prado, teve o desprazer de retroceder? São quase 3 mil habitantes, vulneráveis aos ataques dos maus intencionados, dos bandidos e marginais! Agora, escuta essa: Ano que vem, é ano de eleição.       (A seguir, Linguajar matuto): Nêgáda, vâmo apostá cúma vão aprometer tudo di nôvo prá nóis? Eu aposto um cabêlu do meu bigódi! Vai xegar dotô de todo jeito aprometendo as coiza a nóis. 
          Cumpáde, vâmus acobinar um negóço: Assim como eles inganam a nóis, vâmos inganar eles tombém! Num râmo sê mais bêsta não! Quando êles chegá in nossa caza, râmo ficá bem ketim, que nem bixo priguiça e só oivindo qui nem makácu o qui eles vão dizê! -Aqui prá nóis dois, cumpáde, é segredo, num diga nem pra cumáde butika sua dileta ispôza: quando eles sairem aí nóis se junta tudim, trêna bem os braços, as mãos, estika a voz e râmo gritar bem álto: TÁQUÍ PRÁ ELES!!!!!!
POR EVERARDO BEZERRA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D